*- ZURICA – Crônica dedicada aos pais


Zurica G. Peixoto - Portão principal do Chalé dos Peixotos

Zurica G. Peixoto – Portão principal do Chalé dos Peixotos – Avenida Aurora (atual Avenida Getúlio Vargas) – Penedo/AL (Brasil)

.

UMA CRÔNICA AOS PAIS

.

          Nas Ondas do Mar e da Descrença, foi uma crônica escrita pela – escritora e poetisa ZURICA GALVÃO PEIXOTO (*16/12/1914- +16/07/2005), natural de Penedo (Alagoas), quando tinha seus 14 anos de idade e, publicada em 15 de outubro de 1929, no “Jornal o Brasil” (edição nº 10, página 3), da Cidade de Penedo/AL. Uma crônica, carinhosamente, dedicada aos seus extremosos pais.

.

NAS ONDAS DO MAR E DA DESCRENÇA

.

          Noite turbulenta e triste. O mar impiedoso parecia brigar com a terra, obrigando-a a ceder-lhe o lugar.

     Um pobre pescador, que com seu filhinho mais velho saíra a pescar a fim de matar a fome da família, lutava desesperadamente na sua frágil jangada contra as ondas enraivecidas.

          O homenzinho, com a roupa toda molhada, disse tristemente a seu filho de dez anos de idade, que se achava sentado no banco da jangada:

          Chegou o nosso derradeiro momento. Vamos morrer ! Que será de sua mãe doente e de seus irmãozinhos ?…

        O pescador, como a maior parte dos homens, era incrédulo; entretanto, era bom esposo e pai. Tinha, porém, o grande defeito de não acreditar nos dogmas do catolicismo e nem naquele que nos criou. Infelizmente nunca soubera o que era amar e receber a Deus.

       A sua extremosa esposa, ao contrário, era a verdadeira mãe cristã e assim criava os filhos ensinando-lhes a Deus e a obedecer-lhe a seus mandamentos.

          A criança, que até então se conservara calada, falou:

          – Meu pai, isto é a revolta de Deus contra os homens que não o querem reconhecer como Senhor.

         Como que atordoado pelas palavras daquele menino de tão pouca idade, o pescador ficou imóvel. O menino, entretanto, continuou a falar com a mesma voz clara e cheia de coragem:

       Querido pai, creia no grande Rei dos reis e, cheio de fé, peça-lhe que nos salve. A minha alma ainda está cheia de esperanças, pois um bom pai como ele é, por pior que sejam seus filhos, nunca os desamparará.

           Reze, pois, e tenha fé, meu pai !

          Houve uma pequena pausa. Depois, ouviu-se uma voz trêmula e embargada pelas lágrimas:

         Filho de minha alma, ensine-me a rezar !…

       E assim que aquelas duas vozes começaram a rezar, cada vez mais cheias de fé, as ondas foram-se acalmando pouco a pouco.

          Mesmo naquela noite de confusão e de tormenta, Deus não deixou de ouvir as preces daquela criança que salvara a alma e a vida de seu pai…

PARTICIPE: Sua opinião é importante, portanto, deixe seu comentário.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Portal do Judô

Notícias gaúcha para o mundo

Instituto do Negro de Alagoas - INEG/AL

Promovendo a População Negra do Estado de Alagoas!

ÍCONES DE PORTUGAL

Património de Portugal

a amazónia, os índios e eu: notícias & outras correspondências

"aqui eu, Malinche, conto o que ouvi contar"

Saccpa

Just another WordPress.com site

Minas em Pauta - Saúde e Ação Social

Just another WordPress.com weblog

Blog Afrocensos2010

Somos tod@s afrodescendentes - Somos tod@s afrodescendientes

UTI Neo

Cuidados em UTI Neonatal

REFRISATBlog - Chillers e Controle Térmico

O blog da maior empresa de Controle Térmico da América Latina

ALGARVEPRESSNAHORA

Mais um site WordPress.com

OIPOL

Organização Internacional de Policiais

Arnaldo V. Carvalho

Idéias, filosofia, humanismo, agenda, saúde, terapias, meu mundo.

VIAJAR NAS PALAVRAS

Escolas | João de Araújo Correia / Blogue da Biblioteca da Escola Secundária - Peso da Régua

jornais em português

jornais de acesso livre em língua portuguesa

BF Noticias

Just another WordPress.com site

quando a cidade era mais gentil

foto e memória de São Paulo

%d blogueiros gostam disto: