Eventos (Festejos) com boi


Vaqueiros em deslocamento à Mata - Fev2015 - José de Freitas-PI (Brasil)

Vaqueiros em deslocamento à Mata – Fev2015 – Cidade José de Freitas-PI (Brasil)

OUTRAS EVENTOS COM BOI

 

FESTAS DE APARTAÇÃO.

         Houve uma época que as Fazendas de Pecuária Bovina Extensiva não eram delimitadas por cercados. Então no mês de junho, após a estação chuvosa, os fazendeiros realizavam as chamadas “festas de apartação”, ou seja, reuniam dezenas de vaqueiros para procurar os animais (bois e novilhos) que se juntavam aos rebanhos dos vizinhos, devendo separar os que seriam comercializados e aqueles a serem ferrados ou castrados. O manejo do gado requeria habilidade e coragem.

PEGADAS DE BOI (MATA).

Pegada de Boi - Mar2013 - Cidade José de Freitas/PI (Brasil).

Vaqueiros executam a Pegada de Boi – Mar2013 – Cidade José de Freitas/PI (Brasil).

        Após a época da apartação, alguns animais (bois e vacas), apelidado de “Marueiros” ou “Barbatões”, afastavam-se do rebanho e resistiam ao chamado do vaqueiro, daí o mais que depressa os Peões (Vaqueiros) vestidos normalmente com gibões de couro e montados em seus cavalos ligeiros, com valentia, habilidade e malabarismos para escaparem dos arranhões de espinhos e pontas de galhos secos, perseguiam e derrubavam os animais pela cauda. Essa prática de recuperar o gado no meio da caatinga se transformou como “pegada de boi”, conferindo entre os participantes, respeito e fama para vaqueiros e seus cavalos. Aquele que derrubava um Barbatão, logo recebia um prêmio (recompensa em dinheiro ou o próprio animal vencido), além da fama, claro. Aos pouco, essas iniciativas converteram-se em um ritual festivo, atraindo vaqueiros e também a comunidade da região.

CORRIDAS DE MORÃO.

          As habilidades na lida com o rebanho, entre os vaqueiros da Bahia e do Ceará, divulgadas na década de 1940, ficaram conhecidas como “Corrida de Morão” (ou “mourão”) e que se diferenciava da pegada de boi por realizarem-se no pátio das fazendas. Os vaqueiros desafiavam-se correndo, um de cada vez, atrás do boi em qualquer espaço do pátio. Ganhava aquele que mais se destacasse na puxada do boi.

BOLÃO DE VAQUEJADA.

         Há alguns anos, fazendeiros de várias partes do nordeste, proprietários de pequenos rebanhos, passaram a promover um novo tipo de vaquejada, onde os participantes para ter direito a competir, tinham que pagar uma quantia em dinheiro, cujo valor era usado para organizar o evento e premiar os vencedores.

          A ação dos pequenos fazendeiros melhoraram as montarias, que antes utilizavam cavalos nativos daquela região e aos poucos foram sendo substituídos por animais de melhor linhagem. O terreno de terra batida e/ou Cascalho que os peões estavam acostumados a enfrentar, mudou para uma superfície de areia, com limites definidos e devidamente regulamentados.

         Cada dupla tinha direito a participar com três bois. O primeiro gado = 8 (oito) pontos, o segundo gado = 9 (nove) e o terceiro gado = 10 (dez) pontos. Ao final da participação de todas as duplas era feita a contagem de pontos, sagrando-se campeã a dupla que somasse mais pontos, sendo comtemplada com certa quantia em dinheiro.

VAQUEJADA MODERNA

      As vaquejadas modernas se tornaram um gigantesco negócio. Seguem um regulamento e movimentam cerca de milhões de reais por ano, entre premiações, espetáculos e publicidade, sem contar que empregam direta e indiretamente milhares de pessoas. Um vaqueiro iniciante para começar no ramo da “Vaquejada Moderna” investe cerca de R$ 10.000,00 (dez mil reais).

PARTICIPE: Sua opinião é importante, portanto, deixe seu comentário.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Portal do Judô

Notícias gaúcha para o mundo

Instituto do Negro de Alagoas - INEG/AL

Uma Organização do Movimento Negro Alagoano!

ÍCONES DE PORTUGAL

Património de Portugal

a amazónia, os índios e eu: notícias & outras correspondências

"aqui eu, Malinche, conto o que ouvi contar"

Saccpa

Just another WordPress.com site

Minas em Pauta - Saúde e Ação Social

Just another WordPress.com weblog

Blog Afrocensos2010

Somos tod@s afrodescendentes - Somos tod@s afrodescendientes

UTI Neo

Cuidados em UTI Neonatal

REFRISATBlog - Chillers e Controle Térmico

O blog da maior empresa de Controle Térmico da América Latina

ALGARVEPRESSNAHORA

Mais um site WordPress.com

Arnaldo V. Carvalho

Idéias, filosofia, humanismo, agenda, saúde, terapias, meu mundo.

VIAJAR NAS PALAVRAS

Escolas | João de Araújo Correia / Blogue da Biblioteca da Escola Secundária - Peso da Régua

jornais em português

jornais de acesso livre em língua portuguesa

BF Noticias

Just another WordPress.com site

quando a cidade era mais gentil

foto e memória de São Paulo

%d blogueiros gostam disto: