*- Forró


FORRÓ E SUA ORIGEM

         Entre os trabalhos realizados sobre a origem do FORRÓ, existe a versão de EVANILDO BECHARA (Filósofo Pernambucano), segundo BECHARA, o termo FORRÓ é uma redução da palavra forrobodó, ou seja, uma variante do antigo vocábulo galego-português (galaico-português, proto-galego-português, português antigo, português arcaico, galego antigo, galego arcaico) forbodó, coruptela do francês faux-bourdon, cuja conotação seria desentoação.

          Já FERMÍN BOUZA-BREV, aponta o elo semântico entre forbodó e forrobodó, o qual tem origem, na região noroeste da Península Ibérica (Galiza e norte de Portugal), onde as pessoas dançam a golpes de “bumbo”, com pontos monorrítmicos monótonos desse baile que se chama forbodó.

           O FORRÓ tem semelhança ao toré e ao arrastar dos pés dos índios, com os ritmos binários portugueses e holandeses, ambos de origem europeia a chula. A dança do forró tem influência direta das danças de salão europeias, como evidencia nossa história de colonização e invasões europeias.

           No Brasil o forró (chamado também de arrasta-pé, bate-chinela, fobó) é uma dança típica da Região Nordeste do Brasil, mas também praticado em outros grandes centros (São Paulo, Rio de Janeiro, etc) da Federação, tanto nas festas juninas como em outros eventos.

        O forró no país Brasil tem seus grandes heróis, assim como Dominguinhos, Clemilda “A Rainha do Forró”, Flávio José, Gilberto Monteiro, Hermeto Pascoal, Landinho pé de bode, Luiz Gonzaga, Luizinho Calixto, Sivuca, entre outros. Homens dedicados e apaixonados pelo magnífico som de uma acordeom, principalmente a de “8 baixos”.

       Entre 1945 a 1994, o povo Brasileiro, principalmente das Regiões Nordeste e Sudeste deste país, teve o privilégio de curtir as composições e o ritmo do mais afamado Sanfoneiro Brasileiro, nascido na cidade de Penedo/AL, GERSON FILHO “O Rei dos 8 Baixos”.

        A imprecisão do termo é notória, não existe consenso quanto a definição musical do forró como estilo musical, tendo seu nome associado a generalização de vários ritmos musicais daquela região, como baião, a quadrilha, o xaxado, todos com influências holandesas e o xote, que tem influência portuguesa. São ritmos tocados, tradicionalmente, por trios, ou seja, um Sanfoneiro (tocador de acordeão, que no forró é tradicionalmente a Sanfona de oito baixos), um Zabumbeiro e um Trianguero (tocador de triângulo).

           Além do tradicional Forró Pé-de-Serra, surgiu no início da década 1990, o Forró Eletrônico, (vertente estilizada e pós-modernizada do forró), executado com elementos eletrônicos (bateria, teclado, contrabaixo e guitarra elétrica); bem como o Forró Universitário, surgido na Capital Paulista no final da década de 1990. Esta última, uma espécie de revitalização do forró tradicional, que eventualmente são incluídos o contrabaixo e violão aos instrumentos tradicionais, sendo usados pelos dançarinos três passos básicos, entre eles o que veio da polca (2 para lá, 2 para cá).

       Conhecido e praticado em todo o Brasil. O forró é especialmente popular nas cidades brasileiras de Campina Grande (PB), Caruarú (PE), Mossoró (RN) e Juazeiro do Norte (CE), que sediam as maiores Festas de Santo Antônio, São João e São Pedro, em todo país. Mas é nas capitais de Aracajú (SE), Fortaleza (CE), João Pessoa (PB), Natal (RN), Maceió (AL), Recife (PE) e Teresina (PI), que ocorrem as tradicionais festas com a utilização de Bandas de Forró em eventos privados e muitas vezes públicos.

Anúncios

PARTICIPE: Sua opinião é importante, portanto, deixe seu comentário.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Portal do Judô

Notícias gaúcha para o mundo

Instituto do Negro de Alagoas - INEG/AL

Promovendo a População Negra do Estado de Alagoas!

ÍCONES DE PORTUGAL

Património de Portugal

a amazónia, os índios e eu: notícias & outras correspondências

"aqui eu, Malinche, conto o que ouvi contar"

Saccpa

Just another WordPress.com site

Minas em Pauta - Saúde e Ação Social

Just another WordPress.com weblog

Blog Afrocensos2010

Somos tod@s afrodescendentes - Somos tod@s afrodescendientes

UTI Neo

Cuidados em UTI Neonatal

REFRISATBlog - Chillers e Controle Térmico

O blog da maior empresa de Controle Térmico da América Latina

ALGARVEPRESSNAHORA

Mais um site WordPress.com

Arnaldo V. Carvalho

Idéias, filosofia, humanismo, agenda, saúde, terapias, meu mundo.

VIAJAR NAS PALAVRAS

Escolas | João de Araújo Correia / Blogue da Biblioteca da Escola Secundária - Peso da Régua

jornais em português

jornais de acesso livre em língua portuguesa

BF Noticias

Just another WordPress.com site

quando a cidade era mais gentil

foto e memória de São Paulo

%d blogueiros gostam disto: