Museu/Rio São Francisco


Chalé dos Peixotos - Av. Getúlio Vargas nº 172 - Penedo-AL

Chalé dos dos Peixotos (pertenceu aos Loureiros) – Museu do Rio São Francisco – Av. Getúlio Vargas nº 172 – Penedo-AL (Brasil);

 
MUSEU DA FUNDAÇÃO DO BAIXO SÃO FRANCISCO
 

          A belíssima edificação do “Chalé dos Peixotos” ou “Chalé dos Loureiros, data do final do século XIX (ano 1889), fora construído pelo seu primeiro morador, o Sr. JOSÉ A. LOUREIRO, (Engenheiro Sanitarista), então responsável pelas obras de implantação do SAAE (Serviço de Abastecimento de Água e Esgoto) na cidade de Penedo (Alagoas). Seu segundo dono foi o Sr. JOSÉ VIEIRA DE FIGUEIREDO, antigo e próspero Comerciante Penedense.

Chalé dos Peixotos (anteriormente Chalé dos Loureiros) - 1914 a 1933 - Penedo - AL) (Brasil).

Chalé dos Peixotos (1914/1933) Construído p/ Eng. Loureiro – Penedo/AL (Brasil).

             Em 1914, o belo sobrado foi comprado pelo Sr. FERNANDO DA SIVA PEIXOTO, (empresário do setor têxtil e da navegação fluvial, entre 1914 e 1933), o qual havia chegado a pouco tempo da Bahia e, juntamente com seus familiares, trazia o propósito de residir definitivamente na Majestosa Capital do Baixo São Francisco, Cidade de Penedo.

          Com o decorrer do tempo, grande parte da comunidade Penedense já identificava o referido imóvel como Chalé dos Peixotos ou “Chalé do Seu FERNANDINHO” (maneira carinhosa), conforme narrativa (carta) da filha ZURICA GALVÃO PEIXOTO.

Baile de Máscaras - Chalé dos Peixotos - 1914 a 1933 - Penedo - AL (Brasil)

Baile de Máscaras – Chalé dos Peixotos/1916 – Penedo/AL (Brasil).

      O Chalé foi palco de luxuosos eventos e tradicionais festas, a exemplo do suntuoso “Bal Masqué” (Baile de Máscaras), ocorrido em 1916, que movimentou a pacata cidade de Penedo. Na época, no local hospedaram-se honrosamente pessoas ilustres, como os Governadores de Alagoas; ÁLVARO CORREIA PAES e também FRANCISCO AFONSO DE CARVALHO. Em 1930, tivemos ainda albergado um dos Comandantes Revolucionários, o Coronel ALUÍSIO DE MOURA, e toda a sua comitiva, que atravessaram de Penedo em direção à Bahia, além do eminente Presidente da República Federativa do Brasil, Doutor GETÚLIO DORNELLES VARGAS, no ano de  1931/1932.

           O citado imóvel foi posto a venda em 1933, após o Sr. FERNANDO DA SILVA PEIXOTO ter sofrido perseguições políticas, o que o obrigou a se exilar na Capital Alagoana (Maceió), até 19937/1938, depois rumado para a então Capital Federal do Brasil (Rio de Janeiro).

           O Chalé dos Loureiros ou Chalé dos Peixotos, apresenta estilo eclético (arquitetonicamente), com influência Francesa (tipicamente urbano), integram formas decorativas do classicismo, a simetria da fachada principal, levarão a duas varandas laterais, conferindo elegância ao prédio e harmonizando-se ao neoclassicismo das portas e janelas. A obra representa em sua época, um marco da vanguarda no Brasil, devido o estilo e a tecnologia (segunda revolução industrial) empregada, sendo que conserva intactas suas características originais.

Chalé dos Peixotos - Museu do Rio São Francisco - Av. Getúlio Vargas 172 - Penedo-AL

Chalé dos Peixotos (Construído p/ Eng. Loureiro) – Futuro Museu do Rio S. Francisco – Av. Getúlio Vargas, 172 – Penedo-AL (Brasil).

         Em 1996, a Fundação Casa do Penedo, já de posse do imóvel, publicou em seu jornal, que o Chalé seria reformado e após a execução de um grande trabalho, em breve, sediará o Centro de Documentação do Museu do Rio São Francisco, isto porque, o Museu será instalado em dois imóveis tombados em 1996, pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN); o segundo deles incorporados a ser utilizado será o sobrado em que funcionou o Consulado Provincial, Cadeia Pública e também a extinta Sede do CLUBE DE PESCA DE PENEDO (CAPESPE), situado na Rua Dámaso do Monte, com os fundos voltados para as águas do São Francisco, permitindo, assim, integrar o próprio rio no acervo do Museu, com a exposição de embarcações típicas, ambas manterá viva a história do Rio da Integração Nacional “O Rio São Francisco” e seus afluentes. O objetivo é abrigar todas as histórias e atividades das populações ribeirinhas; além de fotos e artefatos de importância histórica, etc.

         O “Chalé dos Peixotos ou Chalé dos Loureiros” irá receber um sobre-forro em fibra de vidro com aditivos anti-chamas e anti-raios ultravioletas, o que torna o imóvel impermeável e garante a conservação do material do acervo, um trabalho tecnológico pioneiro no Estado de Alagoas. Em resumo, Penedo vai abrigar o primeiro Museu Federal do País.

           O projeto de criação do Museu do Rio São Francisco com recurso proveniente da Lei Roaunet, se tornou realidade graças a iniciativa de ONGs (Organizações não Governamentais) do historiador, literato e médico, FRANCISCO ALBERTO SALES, Presidente da Fundação Casa do Penedo (proponente do projeto), sendo ainda apoiado pelo Presidente (JOSÉ DO NASCIMENTO JÚNIOR) do Instituto Brasileiro de Museus (IBRAM), e principalmente da população Alagoana, junto com intelectuais envolvidos com a causa.

Ministro da Cultura GILBERTO GIL e o Pres. do BNDES DEMIAN FIOCCA

Ministro da Cultura (GILBERTO GIL) e o Pres. do BNDES (DEMIAN FIOCCA).

        O contrato de financiamento para o início da reforma objetivando a criação do Museu Rio São Francisco foi assinado no dia 05 de junho de 2006, pelo Ministro da Cultura, GILBERTO GIL, e o presidente (DEMIAN FIOCCA) do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), durante solenidade que contou com as presenças do presidente do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), LUIZ FERNANDO ALMEIDA; do Secretário de Cultura de Alagoas, PAULO PEDROSA; e do prefeito de Penedo, MARCIUS BELTRÃO SIQUEIRA.


LOCALIZAÇÃO:

– Avenida Getúlio Vargas, 172 – Penedo/AL (Brasil).

2 Respostas to “Museu/Rio São Francisco”

  1. Fernando Moura peixoto 15 de novembro de 2014 às 18:01 #

    CHALÉ DOS PEIXOTOS EM PENEDO
    Prezados Senhores
    Zurica Galvão Peixoto (1914 – 2005) [cujo centenário ocorreria em 16 de dezembro, se viva fosse] residia desde 1937 em Copacabana, no Rio de Janeiro, quando, aos 81 anos, em maio de 1996, escreveu à Fundação Casa do Penedo, em Penedo, Alagoas, sua terra natal:

    VEJA ABAIXO PARTE DO CONTEÚDO DA CARTA:

    “Casualmente chegou-me às mãos um exemplar do ‘Jornal da Casa do Penedo’, em cuja página principal se encontra a manchete ‘A Casa da Memória’, e aí se acha impressa a fotografia de um lindo chalé. Li todo o conteúdo do jornal e, na página 3, vi o título ‘O Chalé dos Loureiros Será Casa da Memória”. Verifico com satisfação que a Fundação Casa do Penedo adquiriu o Chalé dos Loureiros para ali instalar a ‘Casa da Memória de Penedo’.”
    “Olhei demoradamente a fotografia ampliada do chalé e fiquei a meditar… Este chalé é meu conhecido! É o meu chalé e do qual guardo as mais doces e gratas lembranças! Chalé dos Loureiros? Sim…
    “Lembro-me ter ouvido de meu Pai, quando menina, que o chalé, depois do Sr. Loureiro, tornou-se propriedade do Sr. José Vieira de Figueiredo, antigo e próspero comerciante penedense, de quem ele comprou aquela bela casa para fixar a nossa moradia [1914], pois meu Pai chegara há pouco tempo da Bahia e iria residir definitivamente em Penedo.”
    “O Chalé dos Peixotos, ou Chalé do Seu Fernandinho, como era então carinhosamente chamado, gozava realmente de um privilegiado posicionamento. Tinha à frente a visão para o Rio São Francisco e o Morro do Aracaré. No fim da casa, na varanda, avistava-se ainda, em curva, o grande rio, e era deslumbrante apreciar o pôr do sol daquele local. O salão de visitas e festas tinha portas e janelas dando para os terraços e jardins sempre floridos.”
    “Hoje residindo no Rio de Janeiro, em Copacabana, distante há tantos anos, nunca esqueci minha terra natal. Embora de longe, acompanho interessada os vários melhoramentos e o progresso que nela se realizam. Recebi prazerosamente a notícia de que o chalé não irá mais ser demolido, e que vai se tornar a ‘Casa da Memória’. Só posso desejar o maior êxito a esse nobre e auspicioso projeto.”

    ZURICA PEIXOTO (1914 – 2005)

    Atenciosamente: Fernando Moura Peixoto (ABI 0952-C) – COLABORADOR.
    Meu vídeo: Chalé dos Peixotos em Penedo/AL – http://youtu.be/exGBeFXEu4g

  2. Vanessa Oliveira 15 de setembro de 2014 às 16:57 #

    Preciso saber a Historia de vida do antigo proprietário Sr. JOSÉ A. LOUREIRO, tenho muito interesse na vida e obra desse Sr.. questões pessoais.

PARTICIPE: Sua opinião é importante, portanto, deixe seu comentário.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Portal do Judô

Notícias gaúcha para o mundo

Instituto do Negro de Alagoas - INEG/AL

Uma Organização do Movimento Negro Alagoano!

ÍCONES DE PORTUGAL

Património de Portugal

a amazónia, os índios e eu: notícias & outras correspondências

"aqui eu, Malinche, conto o que ouvi contar"

Saccpa

Just another WordPress.com site

Minas em Pauta - Saúde e Ação Social

Just another WordPress.com weblog

Blog Afrocensos2010

Somos tod@s afrodescendentes - Somos tod@s afrodescendientes

UTI Neo

Cuidados em UTI Neonatal

REFRISATBlog - Chillers e Controle Térmico

O blog da maior empresa de Controle Térmico da América Latina

ALGARVEPRESSNAHORA

Mais um site WordPress.com

Arnaldo V. Carvalho

Idéias, filosofia, humanismo, agenda, saúde, terapias, meu mundo.

VIAJAR NAS PALAVRAS

Escolas | João de Araújo Correia / Blogue da Biblioteca da Escola Secundária - Peso da Régua

jornais em português

jornais de acesso livre em língua portuguesa

BF Noticias

Just another WordPress.com site

quando a cidade era mais gentil

foto e memória de São Paulo