*- Convento Franciscano/SANTA MARIA DOS ANJOS


Convento Franciscano de Santa Maria dos Anjos - R. 7 de Setembro 218 - Penedo-AL.

Convento Franciscano de Santa Maria dos Anjos (antigo Convento de São Francisco) – R. 7 de Setembro 218 – Penedo-AL.

PREFÁCIO

       No século XVI, os filhos de São Francisco (Franciscanos e Capuchinhos), chegaram a pisar o solo Penedense como “Missionários Itinerantes1. Mas só durante o século XVII, é que foi idealizada a edificação do Convento Franciscano de Santa Maria dos Anjos e a evangelização da população da Vila do Penedo do Rio São Francisco, hoje, Cidade de Penedo (AL). Fato que contribuiu muito para história da localidade.

A  ORIGEM:

      Em 13 de março de 1584, o Ministro Geral da Ordem Franciscana Frei FRANCISCO GONZAGA, em visita canônica aos Conventos e a Província de Santo Antônio – Portugal, instituiu a fundação da Custódia da Província Brasileira de Santo Antônio, posteriormente denominada de Custódia de Santo Antônio do Brasil, destinando para isso seis religiosos de virtude e zelo, concedendo a um deles Frei MELQUIOR DE SANTA CATARINA2 (41 anos), patente de custódia e concedeu autorização e licença para fundar Conventos onde lhe parecesse necessária, bem como receber noviços à Ordem.

      Passado alguns anos, Frei PANTALEÃO BATISTA ao ser nomeado procurador da Custódia de Santo Antônio do Brasil, seguiu para Portugal para tentar conseguir a independência jurídica da Custódia. Em Lisboa, encontrou séria oposição da Província, persistente, Frei PANTALEÃO prosseguiu viagem à Roma em busca de seu intento.

     No dia 18 de abril de 1647, em Roma, Frei PANTALEÃO, foi recebido pelo Ministro Geral Frei JOÃO DE NÁPOLES, que ao tomar conhecimento do assunto, felizmente assinou decreto concedendo a definitiva independência3 à Custódia de Santo Antônio do Brasil.

 O  INÍCIO:

        No início do ano de 1657, a população da VILA DO PENEDO DO RIO SÃO FRANCISCO enviou vários pedidos a Província Franciscana de Santo Antônio do Brasil para que os religiosos de São Francisco fixassem moradia na Vila. Em 26 de agosto de 1657, o então Ministro Provincial (Superior da Ordem) Frei PANTALEÃO BATISTA, juntamente com toda cúpula na Bahia, após analisar tais solicitações (petições) se conscientizou sobre a necessidade da instalação de uma Casa Conventual na Vila do Penedo do Rio São Francisco, tendo na ocasião determinando tal providência.

          Após a Congregação da Ordem, realizada em 19 de março de 1659, cumprindo as determinações de Frei PANTALEÃO BATISTA, foi deliberado que alguns religiosos Franciscanos fossem enviados à Vila do Penedo do Rio S. Francisco, e entre eles, como Superior Frei LUIZ DA VISITAÇÃO, nomeado “Prelado do Recolhimento”, os quais chegaram com a missão de iniciar e realizar todo o processo que futuramente iria engrandecer a localidade, a construção do Convento.

           Em 05 de novembro de 1659, foi eleito Provincial da Ordem, Frei ANTÔNIO DOS MARTYRES, o qual, nos primórdios de 1660, saiu em visitação às Casas Conventuais e/ou Residenciais. Chegando à Vila do Penedo do Rio São Francisco, constata a existência de Frades residentes em uma humilde casa particular, então determinou que fosse feita a escolha do terreno para a construção de um Convento.

      Feita a escolha do sítio pelos religiosos, por sua vez, a Câmara Municipal, em 31 de julho de 1660, a título de doação, lavrou a “Escritura de Doação” da respectiva área (terreno), cuja posse aos Franciscanos se deu pelo síndico, na ocasião, o Tenente ANDRÉ VELHO TINOCO*.

           *. Para todos os fins, só em 17 de novembro de 1673 foi regularizada a posse do terreno pelo Síndico ANDRÉ VELHO TINOCO.

AS OBRAS:

        Valorizando a grande expectativa da população ribeirinha, no dia 17 de setembro de 1660, quarenta e sete (47) dias após a lavratura da “Escritura”, data em que se comemora a Consagração às Chagas de São Francisco, os Frades Franciscanos (Portugueses e Brasileiros)4 logo cuidaram em iniciar a edificação de um RECOLHIMENTO, que aos olhos dos habitantes se transformaria no primeiro Mosteiro da Vila.

       No dia 04 de dezembro de 1660, foi realizada a primeira Congregação, sendo eleito o primeiro prelado do referido “Oratório” (Recolhimento), Frei ÂNGELO DO NASCIMENTO.

          Alguns meses se passaram, logo, surgiu a pequena “Capela do Recolhimento”, inaugurada em 10 de abril de 1661, um “Domingo de Ramos”, ocorrendo a celebração da primeira Missa. Em seguida, pela primeira vez na Vila do Penedo do Rio São Francisco foi celebrado os “Atos da Semana Santa”. Na Quinta-feira foi celebrado o Ato com o “Sermão do Mandado” e na Sexta-feira Santa, o Ato com o “Sermão do Descendimento” e a “Procissão do Senhor Morto”.

          No dia 29 de novembro de 1661, véspera do Dia de Santo André, os Frades deixaram aquela humilde casa que habitavam e foram residir no “Recolhimento”, onde já havia celas especiais.

          Na Festa da Páscoa, em 1662, na “Capela do Recolhimento” (Igrejinha Franciscana), foi instalado solenemente o Augusto Santíssimo Sacramento, que ainda pertence e pertencerá eternamente.

       Em 04 de outubro de 1682 (Festa de São Francisco de Assis), sob a proteção de NOSSA SENHORA DOS ANJOS, ou ou NOSSA SENHORA DA PORCIÚNCULA (Padroeira da Ordem Seráfica), cuja festa litúrgica é celebrada em 02 de agosto de cada ano, com respeito e devoção, os Franciscanos, após 20 (vinte) anos habitando aquele “Recolhimento”, festejaram o lançamento simbólico da “Pedra Fundamental” do Convento de Santa Maria dos Anjos, lavrando-se Ata. Um marco sobre a construção de todo Complexo Conventual, ou seja, da Igreja de Santa Maria dos Anjos, do Convento Franciscano de Santa Maria dos Anjos e da Capela da Ordem III de São Francisco, todos concluídos em diversas etapas, conforme se constatam nos Pórticos (1708), Frontispício (1759) e Arcadas do Claustro do Convento (1784). Cabe salientar que no mesmo terreno foi edificado ainda o Theatro Casa de São Francisco.

          Dessa forma, em 02 de fevereiro de 1689, foram concluídas as obras da Capela-mor da Igreja Conventual de Santa Maria dos Anjos, a qual foi inaugurada e abençoada com celebração de Missa, em louvor de Nossa Senhora dos Anjos, padroeira do Convento de São Francisco. Na verdade, com uma máxima solenidade.

          – Em todo o Templo Colonial as construções religiosas começam pela Capela-mor, em seguida Nave e por último a Fachada. Havendo uma descontinuidade da gramática de estilo, por serem construídos em épocas distintas. P: 188.

          Conjugada a esse Mosteiro (Igreja Conventual de Santa Maria dos Anjos), conforme consta da 1ª Ata registrada no Livro de Tombo, em 13 de agosto de 1689, os bravos Franciscanos da Vila do Penedo do Rio São Francisco, obtiveram, nesta mesma data, êxito na ereção da “Venerável Ordem Terceira de São Francisco”

Anos depois, em 1694, ocorreu o lançamento da “Pedra Fundamental” para a construção da belíssima Capela da Ordem III de São Francisco, em estilo Barroco/Português. 

Em março de 1694, os religiosos passaram a ocupar as celas do Convento de Santa Maria dos Anjos, porém, em 1698, estavam prontos os Dormitórios dos Religiosos do referido Convento Franciscano, ocasião em que os Frades passaram a residir. Só então, em 1707, se deu a conclusão da Capela da Ordem III. 

Em 12 de novembro de 1716, o Capitão-Mor ANTÔNIO TEIXEIRA BARBOSA e sua mulher, Dona CATARINA CAMELLO, doaram por Escritura própria, ao Convento Franciscano de Santa Maria dos Anjos, vinte e cinco braças de terras para ampliar o Frontispício, sendo Síndico LEONARDO PEREIRA DE LIMA, em presença do Frei SERAFIM DA PORCIÚNCULA

No dia 30 de dezembro de 1719, o Capitão da Ordem, visando trabalhos de interesse, se reuniu e entre outras deliberações, resolveu instalar no Convento uma Aula de Gramática para os filhos dos moradores da Vila do Penedo.

Convento Franciscano de Stª Mª dos Anjos - Penedo-AL.

Convento Franciscano de Stª Mª dos Anjos – Penedo-AL.

         O Convento Franciscano de Santa Maria dos Anjos começou a ser construído no século XVII e, dentro dos padrões da época. O formato cumpre às mesmas linhas dos seus semelhantes pelo Nordeste Brasileiro, conforme modelo português medieval. O cenário compõe um estilo tipicamente da linha  do Barroco/Português, que no Brasil tomou o nome de Colonial. O exterior é sóbrio seguindo a linha das demais Casas Franciscanas do Brasil e o interior tem talha do século XVIII, em estilo rococó, onde se conserva a tradição da talha barroca do Norte de Portugal. Foi ainda no século XVIII, que o Convento teve sua arquitetura bastante enriquecida. Os Adornos em pedras têm motivos fitomórficos, conchóides e de figuras humanas atarracadas e infantis que criam uma fantasia barroca muito criativa. Toda esta obra do Complexo Conventual durou cerca noventa e nove (99) anos para ser concluída, ou seja, de 1660 a 1759.

Convento Francisco de Sta Mª dos Anjos - Claustro - Penedo-AL.

Convento Francisco de Sta Mª dos Anjos [1682-1799] – Claustro -Penedo-AL.

      Em 1764, surge então, a “Proibição Régia das Ordens Religiosas” em não receberem noviços, fato que registrou momentos cruciais de diminuição drástica do número de Frades e muitos dos Conventos se esvaziaram. Mesmo assim, em 1784, se deu a conclusão do amplo e elegante Claustro, com parte térrea e também assobradada composto por colunas dóricas, ou seja, as inferiores são muito atarracadas em relação às superiores altas e finas demais.

          Em 1883 faleceu Frei JOSÉ DE SÃO JERÔNIMO, Superior do Convento de Santa Maria dos Anjos. Assim terminava, praticamente, todo o serviço dos “Religiosos Franciscanos de Portugal e Brasileiros da Velha Custódia do Brasil”, oriunda que foi da Mãe de Santo Antônio de Portugal. Não havendo mais religiosos no Convento, a chave foi entregue aos cuidados do Padre TERTULIANO DOS SANTOS PATURY. A publicação da “Proibição Régia das Ordens Religiosas” e o falecimento do Frei JOSÉ DE SÃO JERÔNIMO ocasionou entre os anos de 1883 a 1893, o fechamento do Convento Franciscano de Santa Maria dos Anjos, que voltou a funcionar religiosamente ainda no século XIX.

         Em 10 de março de 1886, por solicitação da Irmandade de São Gonçalo Garcia dos Homens Pardos, mantedora do Hospital de Caridade de Nossa Senhora da Conceição, o citado Nosocômio passou a funcionar no Convento Franciscano de Santa Maria dos Anjos.

         Em 27 de dezembro de 1892, Frei ANTÔNIO DE SÃO CAMILO DE LELLIS, brasileiro e nascido em Pacatuba/SE (considerado a última relíquia da antiga Província Franciscana do Brasil), recebeu com alegria, a notícia de que seus apelos e empenhos, sobre a restauração da Província Franciscana de Santo Antônio do Brasil seriam reconhecidos positivamente, por parte do Ministro Geral da Ordem Francisca, o qual aceitou a missão pleiteada por Frei CAMILO DE LELLIS, que após uma luta corajosa e tenaz conseguiu a vinda dos primeiros Frades da Província Franciscana da Santa Cruz, da Saxônia (Alemanha), desembarcando na Bahia (Brasil) e, finalmente em 02 de março de 1893, foi decretado o início da reforma e restauração da  Província Franciscana de Santo Antônio do Brasil.

          Ainda em 1893, após a restauração da Província Franciscana de Santo Antônio do Brasil, chegaram a Cidade de Penedo alguns Franciscanos, inclusive o último Provincial Frei CAMILO DE LELLIS, homem culto e ação apostólica, com o objetivo de reaver o Convento Franciscano de Santa Maria dos Anjos, pois estava empenhado em salvar a Província Brasileira, junto a Santa Sé. Na ocasião, Frei CAMILO DE LELLIS, manteve contato com a liderança da Irmandade de São Gonçalo Garcia dos Homens Pardos, e, conseguiu reativar as atividades fins do Mosteiro Franciscano (Convento), bem como, acomodar os novos Frades (Alemães), os quais chegaram com a missão de colaborarem com a restauração da Província de Santo Antônio do Nordeste do Brasil na primeira década do século XX. O esforçado e herói, Frei CAMILO DE LELLIS, após ter reaberto o Mosteiro veio a falecer no dia 02 de novembro de 1904, sendo sepultado na Capela do Cemitério do próprio Convento, mas deixou garantido com seu trabalho a continuação dos Franciscanos no Norte do Brasil. Com o seu falecimento assumiu a Direção do Complexo Conventual, em 06 de dezembro de 1904, Frei PEREGRINO, OFM.

         Registros oficiais indicam que após a reabertura do Mosteiro, até os nossos dias, a presença Franciscana em Penedo jamais deixou de acontecer. Havendo um período de crescimento e a multiplicação de novas presenças no Norte e Nordeste do Brasil. A exemplo de Olinda (Pernambuco), que em 12 de abril de 1885, havia recebido 08 (oito) Frades (fundadores da presença Franciscana na Colônia Portuguesa). Este grupo de Frades foi crescendo e tornou-se uma árvore frondosa.

OUTROS ESPAÇOS DO MOSTEIRO:

        A Sacristia fica localizada no térreo e nela há um belíssimo Lavabo de Pedra decorado por duas águias, que GERMAIN BAZIN, em seus magníficos trabalhos, comentou sobre sua beleza artística.

       A Sala Outrora Capela Consistorial, atualmente “Sala de Espera”, fica na parte térrea, antecedida pela portaria do Convento, onde há um Altar do estilo Dom João V (aparenta ser talhado à faca), tipo urna com um elegante Retábulo de madeira. Já a “Sala Biblioteca” fica por trás do Retábulo do Altar-mór, dando acesso para uma varanda interna.

Convento Franciscano de Stª Mª dos Anjos - Penedo-AL.

Convento Franciscano de Stª Mª dos Anjos [1682-1799] – Chaminé – Penedo-AL.

        A Cozinha possui uma abóbada, Chaminé Cônica, em forma de Torre de Vigia, dando um aspecto de Castelo, uma espécie de Feitura Medieval, estando fora do conjunto arquitetônico. cujo acesso é feito através de outra escada de pedra, tendo na parte térrea mais um Lavabo em Pedra calcária. Ao lado da Cozinha logo se tem acesso aos “Refeitórios” e “Salas”, tendo ambos, sofrido algumas modificações para acomodação da Escola Seráfica.

          Duas outras escadas dão acesso ao “Mirante”, a “Adega” e as Celas que também ficam na parte assobradada e no término dos corredores, as Janelas com conversadeiras, uma verdadeira obra de arte.

Convento Franciscano de N. Sra dos Anjos - Sala Acervo Histórico e Escadarias - Penedo-AL

Convento de S. Francisco – Sala do Acervo (Museu) e Escadarias – Penedo-AL

      O Museu Conventual ou Sala do Acervo, possui móveis antigos, relacionados a história da Ordem Franciscana. Um amplo pátio abre caminho às salas que estão peças sacras antigas e outros objetos interessantes e curiosos, como por exemplo, o ferro de fazer hóstia, além da imagem de SÃO FRANCISCO DE ASSIS tocando violino.

       O Cemitério Cemiterium Fratum” fica localizado ao lado esquerdo do corredor que dá avesso à Sacristia e o Mausoléu que lá se encontra, desde 1902, e é de um casal benfeitor do Convento Franciscano, porém, em 1970, a modificação da porta transformou o espaço em Capela ferindo a originalidade do traçado.

        A Escada de Pedra, ao lado da Sacristia, libera o acesso à parte assobradada, a qual se destaca por apresentar 24 (vinte e quatro) degraus em pedra de cantaria, toda coberta por uma abóbada também de pedra, nas extremidades dos corrimãos, arranques entalhados com flores e folhas encimados por pináculos, uma obra prima da construção tradicional, executada por um irmão leigo da Ordem Franciscana. Além disso, em baixo do vão dessa escada, diz existir o tal famoso “Túnel” que dá acesso a Rocheira.

          O Complexo Conventual da Cidade de Penedo (AL) é formado pela Igreja, Convento e a Capela da Ordem Terceira de São Francisco e, desde 1941, foi tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN).

          Há uma lenda que relata a existência de um túnel ligando o Claustro do Convento de São Francisco à falésia da Rocheira, por onde os Holandeses fugiram em 1645. Ocorre que, o Convento foi construído 15 anos depois da expulsão dos Holandeses.

.


.

Imagem do Menino Jesus

Dados sobre a pintura da Imagem do Menino Jesus.

 

 Lembretes:
1. A terra Brasil e/ou Terra de Vera Cruz, de Santa Cruz, foi descoberta em 1500. Para o Rei por Pedro Álvares Cabral, mas para a Santa Religião pelos Franciscanos que estavam na companhia de CABRAL. Testemunho disso foi a celebração da 1ª missa por Frei Henrique de Coimbra (Superior da Caravana de Missionários), em 26 de abril de 1500 (Domingo da Páscoa), no ilhéu da Caroa Vermelha. Em 01 de maio de 1500, já em terra firme, o mesmo celebrou outra missa, cujo ato solene foi acompanhado por vários índios.
2. Durante os nove anos em que exerceu o cargo de Custódio, FREI MELQUIOR, fundou o Convento de Nossa Senhora das Neves, em Olinda (1585), Convento de São Francisco, na Bahia (1587), Convento de Santo Antônio, em Igaraçú (1588), Convento de Santo Antônio, na Paraíba (1589) e Convento de São Francisco, em Vitória (1591).
3. Em 27 de maio de 1651, no Convento de Ara Coeli, em Roma, ocorreu a Celebração do Capítulo Geral, no qual foi eleito Ministro Geral FREI PEDRO MANERO. O mesmo Capítulo resolveu elevar a Custódia de Santo Antonio do Brasil à Província, porém, a Sagrada Congregação, mal informada por adversários, não só desaprovou a resolução, como também determinou que a Custódia revertesse à dependência da Província de Portugal. Os defensores da causa travaram uma intensa luta para desfazerem o mal entendido, que não partiram, ao menos oficialmente, dos responsáveis pela Província e, finalmente, conforme bula datada de 24 de agosto de 1657, todos os equívocos foram esclarecidos e por fim, alcançaram a ereção da Província Franciscana de Santo Antônio do Brasil.
4. Os Frades Holandeses não participaram da construção do Convento de Santa Maria dos Anjos não, visto que eram protestantes calvinistas.

.


LOCALIZAÇÃO:

  • Rua 7 de Setembro, 218 – Centro Histórico – Penedo – AL
  • CEP: 57200-000

  • Fone: (82) 3551-2279.


.

Fonte de Pesquisa:

  • IHGAL – (Instituto Histórico e Geográfico de Alagoas)

.

Fonte de Pesquisa:
– Ernani Otacílio Mero – Templos, Ordens e Confrarias – Ano 1991.

 

Anúncios

3 Respostas to “*- Convento Franciscano/SANTA MARIA DOS ANJOS”

  1. Júlio Martins 5 de julho de 2017 às 12:07 #

    Gostaria de saber se minha vocação é ser Franciscano! Tem encontro vocacionais?

  2. Francisco Sales 15 de julho de 2015 às 21:44 #

    Muito interessante este seu trabalho de divulgação da historia da cidade do Penedo. O acervo fotográfico mostrado é precioso.

PARTICIPE: Sua opinião é importante, portanto, deixe seu comentário.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Portal do Judô

Notícias gaúcha para o mundo

Instituto do Negro de Alagoas - INEG/AL

Promovendo a População Negra do Estado de Alagoas!

ÍCONES DE PORTUGAL

Património de Portugal

a amazónia, os índios e eu: notícias & outras correspondências

"aqui eu, Malinche, conto o que ouvi contar"

Saccpa

Just another WordPress.com site

Minas em Pauta - Saúde e Ação Social

Just another WordPress.com weblog

Blog Afrocensos2010

Somos tod@s afrodescendentes - Somos tod@s afrodescendientes

UTI Neo

Cuidados em UTI Neonatal

REFRISATBlog - Chillers e Controle Térmico

O blog da maior empresa de Controle Térmico da América Latina

ALGARVEPRESSNAHORA

Mais um site WordPress.com

Arnaldo V. Carvalho

Idéias, filosofia, humanismo, agenda, saúde, terapias, meu mundo.

VIAJAR NAS PALAVRAS

Escolas | João de Araújo Correia / Blogue da Biblioteca da Escola Secundária - Peso da Régua

jornais em português

jornais de acesso livre em língua portuguesa

BF Noticias

Just another WordPress.com site

quando a cidade era mais gentil

foto e memória de São Paulo

%d blogueiros gostam disto: